DMT 02

   


Capítulo 02: Primeiro Encontro

“Foi bom fazer negócios com você, Marshall.” Uma suave voz feminina veio do corredor.

“Disponha senhorita Mirella. Huh?” Um homem robusto que estava lá na casa dos 30 parou em frente ao quarto.

“Huh, à porta está aberta? O que está acontecendo?” Uma bela mulher também parou em frente ao quarto, essa deve ser a dona da mansão, a Senhorita Mirella. Com belas roupas negras, e acompanhada com lindos cabelos escarlates e belos olhos rubros. Era uma imagem bela e ao mesmo tempo macabra.

“Mestra, essas pessoas vieram entregar a mesa que a senhora pediu para ser feita em uma carpintaria dos subúrbios da cidade.” Senhor Sun tomou a iniciativa de explicar a situação para a senhorita Mirella.

“Huh? Sério? Eu mandei fazer uma coisa dessas? Mas se você está falando então é a verdade.” Senhorita Mirella estava realmente confusa.

‘Que pessoa bela…’ Derek estava fascinado pela beleza de Senhorita Mirella.

“Deixa eu ver o resultado do trabalho.” O homem robusto de antes que estava andando junto com a Senhorita Mirella tomou a iniciativa de olhar o trabalho feito por Derek.

“Tenha modos, Marshall!” A Senhorita Mirella estava realmente irritada com a atitude rude do homem. Mas ele simplesmente não reagiu as palavras dela e continuou indo em direção a mesa.

Ele foi na direção de Derek e os demais e ao passar por Derek, ele sorriu em sua direção.

“Bom dia, senhor.” Derek é realmente gentil com qualquer pessoa que ele encontra.

“Olá!” O Marshall também não foi descortês com Derek.

“Hmm… Essa realmente é uma obra de arte, não consigo nem acreditar que foi feita nos subúrbios da cidade.” O Marshall já estava em frente a mesa e a estava avaliando com um olhar extremamente sério.

“Oh… Sério?” Quando a Senhorita Mirella ouviu isso ela também correu para olhar a mesa. Ela passou por Derek e as demais pessoas que estavam com ele e não deu um único olhar a eles.

“É realmente bela…” Os olhos da Senhorita Mirella estavam brilhando, como se ela estivesse olhando para um tesouro inestimável.

“Não é? Hehehe, olha esses entalhes divinos e olha também para as pernas dela, eu nunca tinha visto uma perna de mesa tão bela. Ah! Olha isso Mirella, as bordas estão com completa sintonia com as pernas e os entalhes.” O homem que se atende por Marshall parecia uma criança que estava se vangloriando dos seus brinquedos.

“Realmente… Me pergunto quem foi o mestre que a fez… Será que foi um desses dois homens?” A Senhorita Mirella estava tão fascinada pela mesa que ela até respondeu o Marshall por instinto.

“Acho que não, olhe bem para os rostos deles. Se fosse um deles, com certeza eles estariam felizes ou até mesmo eles agiriam como um mestre, com olhares arrogantes e orgulhosos. Eu voto na possibilidade que possa ter sido o pai desse menino, olhe bem para a expressão dele de felicidade e orgulho, e pai dele talvez não vindo por causa da arrogância que os mestres carregam. Ah, claro que também não descarto a possibilidade que tenha sido esse garoto que tenha feito, mas as chances são ínfimas…” O Marshall começou a falar consigo mesmo e tirando suas próprias conclusões. Essa pessoa realmente merece ser chamada de “Marshall”, ele avalia as coisas com extremo cuidado e não descarta nenhuma possibilidade.

“Sim, faz sentindo… Criança, quem fez isso?” Novamente a Senhorita Mirella concordou por instinto e em nenhum momento tirou os olhos da mesa.

“Foi eu mesmo, Senhorita Mirella.” Derek não mostrou um único sinal de arrogância e deixou os dois chocados.

Na verdade, seria totalmente normal se ele até ficasse nervoso, hoje foi um dia realmente estranho para ele. Primeiro ele teve que fazer uma entrega em um bairro nobre, segundo que ele se encontrou com um artista marcial e sentiu um pouco do seu poder, terceiro ele viu um monte de coisas estranhas na mansão e que tinham algumas que eram aterrorizantes, quarto que ele ficou totalmente imerso na beleza da dona da mansão e quinto e último que ele conheceu uma pessoa que atende por “Marshall”. Mas desde o momento que essas duas pessoas começaram o elogiar, ele entrou em seu próprio mundo. Derek, não se importava com mais nada ao seu redor, além daqueles dois, ele se esqueceu até do próprio Senhor Sun.

“O que? Sério? Moleque você realmente tem talento!” O Marshall foi o primeiro a se recuperar do choque.

“Obrigado senhor.”

“Nossa menino… Você tem quantos anos? 12? 13? E também qual é o seu nome?” Senhorita Mirella também não demorou muito para se recuperar, ela até mesmo fez muitas perguntas.

“Eu tenho 11 e eu me chamo Derek.”

“11… Aterrorizante.” Os dois falaram ao mesmo tempo.

“Pft.” O Senhor Sun soltou uma pequena risada por causa das ações desses dois.

“Ahh não é pra rir de mim, Sun!” Senhorita Mirella ficou vermelha de vergonha.

“HAHAHA!” O Marshall não suportou ver essa reação simplista da Senhorita Mirella.

“Por que está rindo, coisa velha?” Um sorriso medonho se formou no rosto da Senhorita Mirella.

“É… Não é nada.” Após ver esse sorriso o Marshall instantaneamente parou de sorrir e até o seu tom de voz ficou mais respeitoso.

“Humph.”

“Continuando… Derek, essa mesa ficou realmente incrível, você não está mentindo ao falar que foi você, certo?” O Marshall olhou diretamente nos olhos de Derek. No momento que Derek viu aqueles olhos ele engoliu a sua própria saliva, Derek sentia que se ele falar qualquer mentira agora ela instantaneamente seria vista por aqueles olhos sinistros.

“Não senhor…” Derek estava realmente com medo desses olhos, ele se sentia como uma galinha que tinha uma única funcionalidade, colocar ovos e nada além disso. Mas ao invés de ovos, a sua única funcionalidade era falar a verdade e se mentisse seria descartado.

“Pare de assustar as crianças, seu velho.”

“Ah desculpa, é força do hábito.”

Derek estava ofegante, a imagem daqueles olhos realmente o aterrorizou, talvez essa imagem fique gravada pra sempre em sua mente. Os seu olhos estavam totalmente vidrados no chão, ele não possuía mais coragem para olhar para o Marshall.

“Não fique com medo, Derek. Esse velho pode parecer amedrontador, mas na verdade ele não machuca nem uma mosca… Veja aqui o que a tia faz com ele.” Senhorita Mirella foi tentar ajudar Derek a se recuperar do choque, ela até afago a sua cabeça.

“Huh? O que? Vai fazer o que?” O Marshall começou a tremer dos pés a cabeça após ouvir a ameaça da Senhorita Mirella.

“Venha aqui, vou te ensinar a não intimidar crianças.” Senhorita Mirella deu dois passos pra frente.

“Intimidar? Ele apenas se assustou por causa da minha virilidade, eu não tenho culpa do meu olhar ser tão viril…” Enquanto o Marshall falava ele deu três passos pra trás.

“Virilidade? Você apenas tem uma imagem semelhante a de um animal… Não, você é totalmente igual a um gorila.”

“Que rude! Esse é um corpo refinado por inúmera batalhas.”

“Batalhas… Contra quem? Galinhas? Ratos?”

“…”

“O que? Por que você ficou tão quieto?”

“Isso que você disse foi realmente rude… Machucou até a minha alma.”

“… Você realmente quer apanhar?”

“Pft! Hahahaha!” Um gargalhada cortou a pequena discussão dos dois. Essa gargalhada vinha de Derek, seu bom humor foi totalmente revivido pelas ações ridículas do Marshall e da Senhorita Mirella.

“Heh…” O Marshall formou um pequeno sorriso em seus lábios após ver a mudança de humor de Derek e a senhorita Mirella apenas deu um sorriso orgulhoso.

Esses três tinham entrado em seu próprio mundinho, o Senhor Sun e os dois homens ficaram apenas observando sem fazer um único movimento que possa atrapalhar o momento deles.

“Bem… Agora vamos continuar com o tema principal aqui, a mesa.” Senhorita Mirella voltou para o rumo principal da conversa.

“Sim senhora.”